Revenda de Software: como escolher os melhores parceiros

Revenda de Software

Você deseja entrar no mercado de revenda de software, mas não sabe por onde começar ou sequer imagina como escolher os melhores parceiros? Saiba agora as respostas e inicie um negócio que vem crescendo de forma significativa nos últimos anos, e com grande capacidade de gerar lucros e aumentar ainda mais seu faturamento!

Diversas empresas têm se atentado aos softwares e aplicativos que estão revolucionando o mercado corporativo. Sejam elas lojas, comércio em geral, escritórios e até negócios que envolvam o amplo atendimento online, estar diante de sistemas operacionais que alavanquem as negociações, retenham e fidelizem clientes se tornou algo fundamental.

Pensando nisso, empresas que criam softwares elaboraram caminhos para que tais sistemas chegassem na outra ponta de maneira mais ágil. O resultado é um só: a revenda traz lucro para quem produz, para aqueles que negociam com outras empresas e principalmente para quem adquire o produto. Esses clientes finais que, até então, se posicionavam no mercado com suas pendências tecnológicas impedindo o crescimento e a abertura de novos rumos, encontram, enfim, a solução para as suas necessidades diárias. Isso inclusive tende a gerar grande transformação na vida de seus consumidores.

Portanto, se você tem a intenção de entrar para esse mercado tão promissor, conheça agora como funciona a revenda de software e saiba como escolher os melhores parceiros!

Revenda de Software: o que é?

Revenda de Software
Revenda de Software
Entenda o significado!

A Revenda de Software acontece quando uma pessoa física ou jurídica negocia sistemas operacionais e de informação criados por outras empresas, fazendo com que esses programas cheguem a outros empreendimentos que encontravam dificuldades em encontrá-los e implementá-los com a logística necessária.

Esse tipo de revenda pode ser altamente lucrativo para ambos os negócios. Quem cria tem maior fluxo de divulgação do sistema e quem negocia tende a receber um percentual que pode ultrapassar o momento da assinatura do contrato, ou seja, comissões que se estendem durante as parcelas pagas mensalmente pelo uso do software.

Revenda de Software: vantagens

O primeiro benefício que todo revendedor de Software alcança é a remuneração continuada. Isso ocorre porque a maioria desses sistemas requer o pagamento contínuo de parcelas (mensalidade), o que entrega ao vendedor a possibilidade de ganhos mensais.

Outra vantagem é a venda cruzada. Você ou sua empresa já atuam em determinado mercado e, de repente, nota que seus clientes necessitam desse software para o aumento dos lucros e, principalmente, se posicionar à frente da concorrência. Portanto, há como incluir o produto e serviço na sua carteira, tendo maiores chances de faturar valores além do previsto.

Quanto se tem uma venda de remuneração continuada, o que se adquire também é a fidelização por parte dos clientes. Quaisquer que sejam as necessidades envolvendo a empresa, ela vai te procurar para uma solução que seja viável. O fato é que você definiu uma transformação na rotina desse negócio e num momento em que a empresa mais necessitava. Isso representa autoridade da sua parte na revenda de sistemas operacionais.

Por último, quanto maiores forem as soluções entregues aos clientes, quem opta pela revenda de software acaba por proporcionar uma enorme transformação na rotina da empresa que comprou o produto, gerando inclusive reconhecimento e visibilidade por parte desses negócios.

Revenda de Software: conheça a Evolvy!

Revenda de Software
Revenda de Software
Plataforma de Multiatendimento

A plataforma Evolvy é um sistema de multiatendimento que entrega inúmeras vantagens, tanto para quem negocia quanto para quem opta por tê-la em sua rotina empresarial.

Com a Evolvy, o cliente consegue unificar vários canais de interação com os leads, integrando, por exemplo, Facebook Messenger, Instagram Direct, E-mails, Telegram, WhatsApp, dentre outros num só lugar. O resultado é a agilidade no recebimento e envio de mensagens, sem que o cliente fique na espera por uma resposta.

É possível ainda criar chatbots automatizados utilizando o Google. Ou seja, se o cliente envia uma mensagem, automaticamente ele já recebe uma resposta padronizada, que muitas vezes acaba por resolver suas questões sem que haja a necessidade da interação com um atendente humano.

Há como enviar ainda mídias diversas sem restrições, gerando maior alcance nas redes. E mais: tudo isso pode ser feito através de um único número de telefone, sem a ultrapassada necessidade de vários contatos para se falar com a empresa, ou seja, um número para cada departamento.

A empresa que adquire a Evolvy mensalmente consegue também criar etiquetas para organizar os contatos, além de obter indicadores para mensuração de resultados. Com essa plataforma, as equipes são monitoradas em tempo real, o que facilita a impressão dos possíveis erros e novas tomadas de decisão.

Se você deseja revender a plataforma Evolvy para seus clientes, conheça mais sobre ela acessando o site https://evolvy.com.br/seja-um-parceiro/ . Nós facilitamos sua jornada, dando aos seus leads 07 dias gratuitos para que o sistema seja amplamente testado. Com isso, qualquer empresário terá a capacidade de verificar como ela funciona e se a plataforma se adequa à rotina de seu negócio.

Conclusão

A revenda de software tem sido um interessante negócio, principalmente para aqueles que já possuem uma cartela de clientes e desejam incrementar um produto virtual capaz de alavancar as vendas de ambas as partes. Além disso, todo software se torna um serviço altamente viável e rentável, uma vez que sua permanência nos computadores e celulares das empresas se dá por pagamento mensal de parcelas.

Caso seja essa a sua intenção, o momento é agora para efetivar suas vendas. O processo de negociação poderá ser feito presencialmente ou, se preferir, de forma virtual, já que os próprios softwares, como a plataforma Evolvy, entregam essa facilidade. O resultado de tudo isso pode ser um amplo resgate de comissões e o aumento do seu faturamento mensal.

Você pode gostar também desses posts!